Lúcifer (Feito de Luz), o servo de Deus‏

ADVERTÊNCIA: VOU FALAR DE CIÊNCIA OCULTA. SE VOCÊ NÃO SE INTERESSA POR VISÕES QUE QUEBRAM A ORTODOXIA REINANTE NA TEOLOGIA, MÍDIA E ACADEMIA ATUAIS, NÃO PROSSIGA.

SE VOCÊ NÃO GOSTA DO QUE ESCREVO, ENTÃO NÃO LEIA, É SIMPLES. MAS NÃO TENTE ME CENSURAR COM O ‘POLITICAMENTE CORRETO’, DOGMAS OU COM ‘O QUE ESTÁ ESTABELECIDO POR CONSENSO’.

NÃO VOU TE DIZER COMO INTERPRETAR O MUNDO, RESPEITO TEU DIREITO DE FAZÊ-LO COMO JULGAR CORRETO. RESPEITE O MESMO DIREITO EM MIM. AO PROSSEGUIR, VOCÊ CONCORDA EM RESPEITAR MEU DIREITO DE VER O MUNDO COMO ME PARECE CERTO, E EXPRESSAR ESSA VISÃO.anjo de luz

07/12/2011

Vamos tratar do Criador (Pai-Mãe de todos nós) de uma forma muito ampla, muito acima do que a multidão pode entender. Portanto, acessível a poucos. Já avisei acima que não limito minha Visão da Lei Natural por dogmas, emanem das igrejas ou universidades. Comecemos pelo principal:


Deus é Oni-presente e Oni-potente.

Todos os que creem Nela-Nele não iriam discordar desse ponto, de forma Absoluta. Porém a Lei, sendo Absoluta, se torna abstrata pra mente humana, que é sempre relativa, mesmo a de nós Estudantes, cuja missão na matéria é expandir a consciência. Então em termos práticos o que significa a afirmação acima? É simples.

Deus é tudo, está em tudo, é todo o poder. Tudo que existe, existiu e existirá está contido dentro dessa Força Infinita em Tempo e Espaço. Nada há, em qualquer dimensão, que esteja fora Dele-Dela. Pois se houvesse algo que estivesse fora de Deus, Ela-Ele já não seria Oni-presente. Se houvesse uma única força que Ele-Ela não controlasse, Deus já não seria Oni-potente.

Ora, vendo por esse ponto de vista, a única conclusão possível é:

A força que denominamos ‘demônio’ (que existe de fato) está dentro de Deus. É controlado por Ele-Ela, já que nada exista que escape a sua ciência e seu controle.

Lúcifer é um servo de Deus. É simples assim.

…………….

Pronto, falei. Diz a Lei Natural queA Verdade sempre é simples. Se não é simples, não é verdade”. Então. Em termos absolutos, que o ‘demônio’ é servo de Deus é uma Verdade simples, pois tanto é simples como é verdade. Mas quando essa Verdade Absoluta ‘desce’ as dimensões ainda baixas onde nossas mentes bem relativas (que pouco se afastaram dos animais) estagiam, a coisa complica, né?

Então claro que não vou soltar esse ‘petardo’ e deixar vocês se perguntando como pode ser isso, como reconciliar princípios aparentemente tão opostos como o que entendemos por ‘bem’ e ‘mal’. Não é nada fácil tentar desbravar esse campo, especialmente após termos sido por tantos milênios condicionados pela religião organizada. “Virão os falsos profetas que falarão em meu nome”, o Verdadeiro Profeta já havia alertado.

Yin-Yan

O Preto e o Branco se complementam e ambos são parte do Tao, eis a chave pra Entender.

……………..

Não é fácil, mas tentemos. Sempre lembrando que não quero revelar ‘verdade’ alguma, apenas colocar minha visão. A Verdade está impressa no Coração de cada um, e é ali e somente ali que deve ser buscada.

Disse acima que é difícil reconciliar o que entendemos por ‘bem’ e ‘mal’. Aqui está a chave que decifra o enigma. A percepção humana, ao menos entre os não-Iniciados, está equivocada. Não quero dizer com isso que o mal não existe. Óbvio que existe.

Só que o mal é relativo. Deus é Absoluto. Pelo Absoluto (abstração pra maioria, lembre-se) o mal é algo temporário, que leva a um bem maior e mais duradouro.

O que tem a capacidade de absorção de energia muito limitada, entretanto, não percebe a relatividade do mal, por estar muitas vezes enredado nele. Por isso crê que o mal seja tão absoluto quanto o bem, que sejam polos opostos sem um mediador mais poderoso entre eles. Daí Deus ‘combater’ o demônio.

Na Verdade tanto o bem relativo quanto o mal relativo – que, sim, são opostos – são controlados pela Força Maior, Oni-potente e Onipresente, o Bem Absoluto. O bem relativo é a tese. O mal relativo, a antítese. O Bem Absoluto, a Síntese. Não existe Mal Absoluto, evidentemente.

Deus, além do mais sendo o Pai Sábio e Mãe Oni-Amorosa, jamais criaria uma Alma, uma Consciência, um Elemental, uma Frequência Energética, chame como quiser, voltado perpetuamente pro mal.

(Nota: não estou dizendo que Almas e Elementais são a mesma coisa, lógico que não. Elementais, como é sabido, não tem Consciência. São Energia pura, inconscientes, e respondem apenas aos comandos que recebem das Consciências que os controlam.)

(O que eu quero dizer é que alguns consideram o ‘demônio’ como uma Alma, Auto-Consciente, Lúcifer. Outros já dizem que ‘demônio’ é somente um elemental, uma Forma-Pensamento alimentada toda vez que se pensa nele.)

Seja como for, tanto os Elementais inconscientes quanto as Almas Auto-Conscientes são criados e controlados por Deus Pai-Mãe, Criador e Mantenedor de todo Cosmos, em todas as Dimensões. E Deus jamais criaria Energia alguma, seja inconsciente ou Consciente, voltada perpetuamente pro mal.

O mal é sempre temporário, e sempre visa levar ao Bem Maior.

Lúcifer é um servo de Deus, tanto quanto Jesus. Lúcifer é a mão esquerda de Deus, Jesus a mão direita. Ora, Deus tem duas mãos, obviamente. E as controla com igual maestria. Dá a energia necessária, conforme a escolha de seu filhos: os que optam aprender pelo Amor, lhes fala Jesus. Os que só entendem pela dor, Lúcifer entra em ação. Mas ambos levam igualmente a Deus, pois ambos são isso, servos da Mãe-Pai.

…………Cosmos Infinito azul rosa espaço sideral criação deus homem mulher casal estrelas firmamento

Jesus é o Mensageiro de Deus. Sim. Um Grande Mestre e Profeta. Mas não o próprio Deus. Ele mesmo jamais afirmou isso, e preveniu contra os que distorceriam sua mensagem.

E também Jesus é filho de Deus na mesma medida que eu, você e todos igualmente o somos. Evidente, ele é bem mais velho que nós, concluiu sua etapa humana em outro planeta, que já se extinguiu materialmente. Encarnou por Amor e não por carma. É o Arquétipo que devemos alcançar um dia. Mas não deixa de ser Mensageiro do Pai-Mãe, e não o próprio Pai-Mãe. Quando um irmão é bem mais velho que um temporão, não se torna pai desse último. Continua sendo irmão. Recebeu do Pai-Mãe a missão de instruir a nós, seus irmãos mais novos, como ocorre na micro-escala da matéria de um irmão mais velho cuidar dos mais novos. Nada disso muda o fato que tanto Jesus quanto nós somos igualmente filhos de Deus.

O próprio Jesus deixou bem claro que temos o potencial de ser tão evoluídos quanto ele, ao declarar: “quando chegar a hora, vocês farão os mesmos milagres que fiz e outros ainda maiores”. Ora, se Jesus é Deus, eu e você e todos também somos, ou ao menos temos a possibilidade de um dia sermos. Evidente que se houver mais do que um Deus, não há Deus algum.

Aqui mata a charada. Jesus é um Mestre, e Mensageiro do Eterno. Um dia, nós seremos Mestres, e Mensageiros do Pai-Mãe. Seremos Um com Ela-Ele. Mas ainda não seremos o próprio Deus, como Jesus não é e nunca disse que era.

………………….

Jesus é servo de Deus, e não o próprio. Aqui fechamos a ‘mão direita’. Lúcifer também é um servo da mesma Fonte Única. A ‘esquerda’ reconheço que será mais difícil, acostumados que estamos com a teologia ortodoxa, que confunde mais do que explica, daí inevitáveis as fogueiras da ‘santíssima’ inquisição pra manter a massa amedrontada e encurralada em seu rebanho.

Mas por mais que nos cause estranheza a princípio, de fato Assim É. Existe a hierarquia escura, Lúcifer e seus comandados. Fato. Eu nunca disse que não. O que muitos não entendem é que Lúcifer reconhece a autoridade de Deus, tanto quanto Jesus o faz. A literatura kardecista não deixa dúvidas disso. Um dos livros que poderia citar é “O Abismo”, que como o nome indica se passa no que outros livros chamam de “Umbral”, e outras literaturas de “Inferno”. Na peça ‘Nosso Lar’, bem como em toda a série de André Luiz, isso é igualmente explicitado claramente.Luz

As almas que agiram mal e prejudicaram seus semelhantes estão no umbral, no abismo, no inferno. Certamente. Mas não de forma perpétua. Deus ama a todos, e a Bíblia deixa claro que ‘nenhuma ovelha será perdida’. A perpetuidade do inferno, sem qualquer chance a regeneração, foi mais uma das muitas distorções – propositais ou não – da religião organizada, pra manter seu poder material.

Agora, evidente, a estada no inferno pode durar séculos pra alguns. Sofrendo por séculos, se perguntar a alguns que estão no inferno, eles responderão que seu sofrimento é eterno. Agrava-se o fato que sofrem diuturnamente – as almas desencarnadas não dormem, posto que quando nós encanados dormimos vamos justamente pro astral, onde eles já estão. Então sofrendo 24 horas por dia por 300 anos, natural que alguém lhe diga que seu sofrimento é eterno. Repete o que o demônio, pra manter seu poder, lhe diz, e que parece ser verdade pelas calamidades atrozes que tem que suportar.

dia luminoso raio sol luz árvoreAinda assim o inferno não é eterno. Um prazo longo não configura eternidade. Séculos ou mesmo milênios não são sinônimos do Todo o Sempre, embora pareçam assim ao que está sob tormenta voraz.

Aí é que a literatura espírita se configura um avanço, quebrando esse dogma de inferno perpétuo. Ela demonstra, com plena razão, que a alma fica no umbral, ou inferno, apenas o tempo que necessite pra refletir e se arrepender sinceramente de seus erros. Se arrepender sinceramente eu disse, e não da boca pra fora. Deus está no coração de todos, e sabe diferenciar a mentira da verdade. Os livros de André Luiz mostram isso claramente, que as almas que suplicarem ajuda a Deus de boca, sem o coração, permanecerão no Umbral.

Entretanto, se o arrependimento for sincero e vier do fundo do Coração, Deus manda seus emissários resgatarem aquela alma. Isso não significa que irão pro Céu, fique bem claro. Ao contrário. Irão somente re-encarnar, quando sofrerão o mesmo mal que impuseram a outros. O mentiroso será gago, o que planejou a guerra será débil mental, o agressor será vítima de violência, o vaidoso ao extremo terá aparência nada chamativa, e assim vai.

É preciso frisar bem esse ponto, pois essa é mais um dogma da religião organizada que não tem base na Realidade: as igrejas dizem que basta se arrepender e clamar o nome de Jesus pra estar salvo. Isso é falso tanto antes do desencarne quanto depois. O arrependimento é o início do processo e nunca sua conclusão. A seguir a alma re-encarna, e primeiro sofre ‘choque de retorno’ do mal que provocou. Depois precisa praticar o bem a quem havia prejudicado. Apenas feito tudo isso – o que por vezes leva múltiplas encarnações, muitos séculos em nossa contagem – é que a alma está livre do pecado.

Pôr sol céu anoitece entardecer trilho linha trem férrea…………..

Ressaltando-se que o processo é bem lento, que a única forma de obter o perdão pelo mal é praticar o bem a mesma pessoa, e não sendo isso possível ao maior número possível de pessoas, ainda assim é fato que o inferno existe mas não é eterno.

Quando o arrependimento é sincero (fixe bem essa parte, pois é fundamental pro entendimento), os enviados de Colônias Espirituais mais elevadas vem e resgatam aquela alma do umbral. E pra isso não encontram qualquer resistência dos servos do demônio. Repito de novo, a literatura espírita mostra isso com exatidão.

Sabe por que os servidores do mais escuro não resistem as tropas da Luz? Pode ver por dois ângulos, dois rios que desaguam no mesmo mar. Primeiro, porque ambas estão a serviço do mesmo Deus, e o sabem. Se os enfermeiros de ‘Nosso Lar’ dizem ‘temos autorização de Deus pra levar essa alma’, os guardiões do Umbral lhe dão passagem. Segundo, porque a última coisa que o ‘demônio’ quer são almas que se arrependeram do mal e começam a se voltar pro bem.

Energia é altamente transmissível, como é sabido. O que prende os perversos no inferno é exatamente que eles não se arrependeram do mal que fizeram. Se um se arrepende e fica ali, logo comunicará seu novo estado de consciência aos que estão a seu redor. De forma que pode demorar mas um dia o inferno se tornaria o Céu, com a maioria das almas voltadas pra Deus. Esse é o último interesse do ‘diabo’. Ao contrário, ele quer que todos os seus seguidores o sirvam de corpo e alma.

……………………………..

Eis o pulo do gato: a servidão ao demônio e permanência no inferno é voluntária. O demônio só age sobre os que escolheram segui-lo.

Todos os que por egoísmo optaram por fazer o mal se atrelaram voluntariamente ao demônio. Esse é seu poder. Se praticou o mal, nada mais justo que receba o mal de volta. A Lei de Ação e Reação é a base do Universo, como já escrevi infinitas vezes.

……………..

Ora, sem livre-arbítrio não há evolução. Ninguém pode ser obrigado a fazer o bem, senão que vantagem Grande Mãe anjo deus planeta terra cosmos espaçohá nisso? Você precisa poder escolher. Poder fazer o mal, e optar por não fazê-lo. Então. Jesus é o que lhe incentiva a fazer o bem, o que te leva pra perto de Deus imediatamente. Lúcifer te incita a fazer o mal. Incita, e não obriga. Se fez o mal, você escolheu.

Escolheu fazer o mal, o receberá de volta. Eis a Lei. Eis o poder de Lúcifer, poder você outorgou a ele voluntariamente ao optar pelo mal. Ele sugeriu. Você aceitou, porque fazia bem a seu ego. Seu coração lhe disse que era errado. Você ignorou. Queria fazer o mal, não foi obrigado. Aí o recebe de volta. Se atrela a Lúcifer por sua própria escolha.

Então sofre nas mãos de Lúcifer. Sofrendo, se arrepende, e busca a Deus. Eis a intenção de Lúcifer desde o princípio, fazer com que se volte a Deus.

Com Jesus (fazendo o bem, seguindo seu coração) você chega a Deus imediatamente. Aprendeu pelo Amor. Com Lúcifer (fazendo o mal, seguindo seu ego) você chega a Deus de forma demorada e dolorosa. Aprendeu pela dor.

Não importa. Com Jesus e Lúcifer, ao final chega a Deus do mesmo jeito. Pois ambos são servos de Deus, estão a serviço Dele-Dela.

……………….

Lucifer3Fácil é ver que o demônio entra enquanto existe o Livre-arbítrio. O bem relativo e o mal relativo estão dentro de nós. O Coração e o ego. Deus e o demônio estão dentro de nós. Externamos ambos porque: Deus é o Bem Absoluto, e não podemos compreender o Absoluto; e porque queremos nos crer bons, não admitir que o mal está em nós.

Mas está. Lúcifer, se é externo a nós, sugere. Jesus (o coração) sugere o oposto. Quem decide somos nós. Optamos pelo mal. Assim precisamos sofrer seus efeitos, efeitos que alguém tem que aplicar.

Se Lúcifer existe como alma, como vida própria, sua missão é nos levar a Deus. Um servo de Deus, que nunca ‘rompeu’ com o Pai-Mãe e nem foi ‘expulso’. Essas narrativas são dramatizações, uma parábola, pra que a infantil mente da massa entenda. Veja as novelas. A massa precisa de drama: traições, expulsões de casa, inimigos eternos. A Verdade é bem mais sutil, embora talvez menos emocionante.

Lúcifer é um anjo. Sempre foi, continua sendo. Seu nome significa exatamente “Feito de Luz”, ou “a Luz se fez”. Nunca foi expulso da Casa Celestial. Isso seria até impossível, posto que todo Universo, em todas as dimensões, é a Casa Materna-Paterna.Feito de Luz

Lúcifer assumiu uma missão, e a cumpre. Se nosso ego opta pelo mal, e depois inventa um demônio externo pra se eximir, a Realidade não muda. Lúcifer aplica o Livre-Arbítrio, e leva as almas rebeldes de volta ao Pai-Mãe pelo caminho que elas escolheram.

………

Se você preferir por uma escala Maior. A Terra é um Planeta-Escola e um Planeta-Prisão. Almas rudes e ignorantes precisam de um lar.

Lembre-se que me refiro a ignorância da Alma, e não da mente. Exatamente ao contrário, os ‘cultos’ da academia são os mais ignorantes em termos Reais, pois negam a existência da Alma, de Deus e da re-encarnação. Os mais humildes, se não compreendem plenamente as Leis de Causa e Efeito, Eternidade da Consciência e Multi-Dimensionalidade do Universo – cujo aspecto mais lógico e visível é que a Alma é Eterna, alterna as dimensões como o dia sucede a noite e é sucedido por ela, e colhe sempre o que plantou nessa e nas vidas passadas – ao menos têm Fé no Pai-Mãe e sabem que a Alma sucede ao corpo, ainda que não saibam exatamente pra onde ela vai após o desencarne.

amanhece céu carro orvalho são josé florianópolis scRepetindo. Multidões – entre a raça branca e os que têm curso superior a maioria – ainda negam até mesmo a mais básica das Leis, a da re-encarnação. Logo, são analfabetos espirituais. Sua Mente é pouco desenvolvida. Falo da Mente Superior, a que Entende as Leis Universais. A mente inferior, egoica, pode ser muito desenvolvida, e frequentemente o é, mas isso por si só leva a mais cegueira espiritual, quando nega a Deus, Alma e re-encarnação.

E o Coração da massa tampouco é evoluído. A maioria das pessoas, isso de todas as raças e classes sociais, faz aos outros o que não gostaria que os outros lhe fizessem.

‘O Casamento Místico um dia virá. Mas ainda tardará muito, pois nem o Noivo (Mente) nem a Noiva (Coração) estão limpos em seus trajes nupciais’. Além disso, eles ainda brigam um com o outro. Pra imensa maioria da multidão, longe estão ainda essas bodas alquímicas internas, se você tem ouvidos de ouvir.

A massa é rude e ignorante. E em algum lugar do Cosmos essas Consciências precisam começar seu desenvolvimento. Oras, é aí que o ‘Príncipe da Terra’ entra. Deus Pai-Mãe, o Indízivel, o Tao, chamou Lúcifer, seu servo fiel, e lhe disse:

Lúcifer, preciso passar pra etapa humana umas 20 bilhões de Consciências (o número de Homens e Mulheres da Terra, contando encarnados e desencarnados). Só que é uma turma brava, de pouco desenvolvimento espiritual. Natural, pois ainda começam a principiar a Estrada Cósmica. A turma é brava, é rebelde, a missão é dura. Você me ajuda a educar essa banda?”

Deixa comigo, patrão”, Lúcifer respondeu. “Solta eles aqui que é tudo no meu nome”.

Deus Pai-Mãe agradeceu, e alertou que Lúcifer teria muito, muito trabalho. O ‘Anjo de Luz’ respondeu: “É pra Trabalhar e seguir suas ordens que eu estou aqui. Missão dada, missão cumprida”.

Eu, você e todos estamos aqui nessa dimensão densa porque nossa Consciência ainda é densa. Ainda não é sutil. Bem, digo mais uma vez e quantas se fizerem preciso, uma boa parte dos que se denominam ‘cultos’ não compreenderam sequer a re-encarnação, como vão entender além disso?

Então a vibração densa, na qual Lúcifer é Mestre, lhes basta. Ele é o lado escuro do Yin-Yan.lucifer-estrela-da-manha

Assim que tua Alma se Ilumina, o Mestre da Fraternidade Branca – que pode ser Jesus, Buda, São Germano e Pórtia ou outro – aparece. Lei de Analogia. ‘Como é Acima, é abaixo’. Batei e abrir-se-te-á. Pronto o discípulo, o Mestre aparece. ‘Onde as Consciências estiverem reunidas em meu nome – ou seja vibrando nessa frequência – ali eu estarei’. Chame como quiser, tudo é o mesmo, a Lei é essa.

A massa é rude, ignorante e egoísta. Por isso está sob a jurisdição de Lúcifer. Pelo seu livre-arbítrio. Assim que a Luz se faz na Mente e na Alma, o Pai-Mãe que é Onisciente e Oni-Amoroso lhe envia um Mestre mais sutil.

…………….

Veja por esse lado. Jesus é lado iluminado de Deus. Lúcifer, o lado escuro desse mesmo Deus. Tomemos auxílio da física pra entender. É sabido que a Luz precisa do contraste da escuridão pra ser vista, ou se torna ela mesma escuridão. Saia de repente de um quarto totalmente sem luz pra um ambiente totalmente iluminado. Não verá nada, até seus olhos se acostumarem a luz. E essa aí não é absoluta, é ainda relativa.

Agora, imagine a Luz absoluta, sem contraste com o lado escuro. Cegaria como as próprias trevas. Lembre-se que Saulo, depois Paulo, ficou cego por 3 dias ao ver Jesus. E olhe que a Alma de Paulo já estava infinitamente mais avançada que a nossa, não por outro motivo se tornou um dos auxiliares mais conhecidos do Mestre Jesus.

Então. A Iluminação de Jesus (e também de Buda, que significa exatamente O Iluminado – nesse texto citei Jesus como Profeta, mas tudo é válido igualmente pro demais Profetas. Sabem muito bem que não sou sectário, em verdade nem mesmo cristão) só é percebida pela escuridão que Lúcifer promove aos que optam por isso. Por isso “A Luz se fez”. A bondade de Jesus, absolutamente inquestionável, é invisível por si mesma, pelo menos pra massa animalizada. A Luz de Jesus só se faz pelo contraste entre o trabalho dele e o de Lúcifer. Sofrendo, você chega a conclusão que não deveria mesmo ter se vingado, que teria sido melhor ter dado a outra face.

Ou seja, disse acima que Lúcifer pode se opor a Jesus, mas não a Deus. É uma verdade relativa, já mais correta que Lúcifer se opõe a Deus. Quer a Verdade Absoluta? Eu digo:

Lúcifer não se opõe sequer a Jesus. Ambos trabalham em parceria. São ambos servos de Deus, e visam levar as almas a Deus.  

Tese e antítese, que levam a síntese única: Deus, alfa e ômega de tudo que existe, existiu e existirá.

Caminhos diferentes que levam pro mesmo fim.galáxia

Todos os rios correm pro mar.

A montanha tem várias encostas, umas escarpadas, outras suaves. Todas levam ao mesmo cume.

……………………..

Use a metáfora que quiser, tudo é o mesmo.

Assim É.

Deus proverá” – pelo caminho suave ou pelo escarpado, você pode escolher.

Anúncios

3 comentários sobre “Lúcifer (Feito de Luz), o servo de Deus‏

  1. Anônimo disse:

    Não tem o que tirar nem pôr.

    “Lúcifer”, ou se preferir: “Luz se Fez”. O “Feito de Luz”. É na escuridão que a Luz brilha. O papel de Lúcifer, como você colocou com maestria, é jogar de volta tua própria sombra a teu redor, pra que você enfim decida por acender sua Luz interna (o Reino de Deus que está dentro de você).”

    Esta última parte é, com efeito, ESCLARECEDORA (Cabe o trocadilho). Por sinal, me lembro da última bobagem da moda, os “terraplanistas” versus os “globalistas”. E me lembro de ter lido em algum lugar que, se a Terra fosse plana, uma pessoa com visão normal, 20/20 a olho nu, conseguiria enxergar a luz de uma vela à noite, com céu limpo à uma distância de 20 Km!

    Então, por menor que seja a fonte de luz, é o entorno dela que demonstra todo o seu potencial.

    E isso é tão evidente, que do ponto de vista “prático” se comprova. Durante a segunda guerra, uma das formas de se identificar aeronaves à noite – mesmo com luzes de posição apagadas – era pelas ocasionais explosões dos escapes dos motores…

    Curtir

  2. Douglas disse:

    Perfeito, coloquei no Google a pergunta se Lúcifer era servo de Deus, era o que eu desconfiava, agora ficou mais óbvio. Os religiosos nunca conseguiram sanar meu questionamento de Lúcifer ter se rebelado contra Deus, mesmo tendo livre árbitro, Deus permitiu que ele tentasse a humanidade, oras, se Deus permite é lógico que isso tem um objetivo. E não faz senti Deus usar um ser que o serve para que possam o amar de livre e espontânea vontade e depois destrui-lo, obrigado!

    Curtir

    • ocaminhantedouniverso disse:

      Essa resposta virou parte de uma mensagem a parte, onde publico o texto abaixo e outros relativos a limpeza da Terra, com os consequentes solavancos que um processo cósmico como esse acarreta:
      https://ocaminhantepelouniverso.wordpress.com/2017/12/08/a-luz-brilha-na-escuridao/

      Irmão, vamos colocar da seguinte forma: Deus Pai e Mãe é Oni-Presente, Oni-Potente, Oni-Ciente e Oni-Amoroso. Logo, tudo que existe, existiu ou existirá está dentro de Deus – se houvesse qualquer manifestação, em qualquer dimensão, que não fosse parte de Deus, Ele/Ela já não seria Oni-Presente.

      Igualmente, tudo que existe, existiu ou existirá está sob o controle de Deus, ou o Criador Pai e Mãe do Universo não seria Oni-Potente. Nada pode se rebelar contra Deus, em outras palavras, é até fisicamente impossível. E sendo Ele/Ela Oni-Ciente, vê (e controla) simultaneamente o passado, presente e futuro. Quando Deus cria algo (seja um átomo, uma galáxia ou tudo que há o meio, incluindo todas as Consciências humanas e de todos os reinos) já sabe como será o desenvolvimento completo de sua criação, por toda Eternidade. Portanto Deus não cria nada que irá dar errado. Se nós cremos que algo está errado, é porque nossa visão ainda é relativa, por motivos óbvios estamos a milênios-luz de entender o Absoluto.

      Ademais, um ponto pouco frisado pelas religiões ortodoxas do Ocidente é que Deus é Amor. De Verdade, e não como apenas um mantra que serve como nome comercial de uma instituição religiosa. Deus é Oni-Amoroso. Logo, Ele/Ela jamais criaria uma Consciência voltada perpetuamente para o mal. Atenção: não estou dizendo que o mal não existe, é óbvio que ele existe. Mas não existe nenhuma Consciência que faça o mal pela Eternidade, esse é o ponto. Existem, evidente, os irmãos que combatem a Luz. Mas sendo Deus Mãe e Pai de tudo que existe, existiu e existirá, as Consciências que hoje temporariamente vibram no mal um dia – nem que leve milênios, ou dezenas de milênios – mudarão de lado e vibrarão na Luz. “Nenhuma ovelha será perdida”: quando o Profeta declarou isso, estava enunciando essa Verdade.

      Todas as Consciências são filhos e filhas de Deus Mãe e Pai. Todas são um Raio, uma manifestação do Divino. Não existem nem povos nem indivíduos “escolhidos”, todos são Amados igualmente pelo Criador. Então por que o mal existe? Porque existe livre-arbítrio, é simples. Se você pode escolher, tem que poder escolher errado. Pois escolher sempre o certo não seria escolher. As Almas são criadas simples e ignorantes, a Caminhada é sempre ‘das trevas a Luz’.

      Como as Almas são criadas ignorantes e têm livre-arbítrio, podem escolher e muitas vezes escolhem errado. Aí, por terem ego, elas se apegam por um tempo a seu erro, e assim temporariamente se opõem a Luz. Mas, é preciso Entender isso muito bem, a Consciência é Eterna como a Fonte (Deus) que a gerou e a qual espelha. A Alma vive pra sempre, apenas alterna as dimensões. Mesmo que uma alma persista no erro por milhares (ou dezenas de milhares) de anos, isso é um prazo longo (ou longuíssimo) mas ainda não é Eterno.

      Um dia, toda Alma se Ilumina. Todo Hitler um dia será um Gandhi – mesmo que em outro planeta, não custa lembrar que a ‘Casa do Pai/Mãe tem Infinitas Moradas’, sobre o que também já escrevi.
      https://ocaminhantepelouniverso.wordpress.com/2015/08/26/voce-e-um-e-t-quer-saiba-ou-nao/

      Deus não tem pressa, seu prazo de Trabalho é literalmente a Eternidade. No Oriente se fala no conceito de ‘respiração de Brahma [Deus]’, que leva 4 bilhões de anos. Pense nisso. Ainda que uma Alma persista 10 mil anos no mal, isso ainda é uma fração de segundo pro Criador. Deus criou aquela Alma, todas as Almas, destinadas a Perfeição e a Luz. Mas Deus sabe que é preciso subir ‘a escada de Jacó’, ou seja, a própria Alma precisa burilar sua Perfeição e sua Luz passo a passo. E assim está sendo feito. Se há quedas, Deus já sabia antes que elas ocorreriam, mas Deus sabe que ao final a Luz triunfará. Deus não em pressa, repito. O que não for feito hoje será feito amanhã. O que não for realizado na Terra o será em Hercólobus (também chamado Absinto, Nibiru e outros nomes) ou qualquer outro planeta. A pressa, a ansiedade, são características humanas que nós projetamos num ‘deus’ feito a nossa imagem e semelhança, e não vice-versa.

      Todos chegaremos a Luz. Todos caminhamos em direção a Luz, e ‘caminhar é chegar’, estar a caminho é já estar com a Consciência na meta, o resto vem com o tempo. Seremos a Luz. “Todos os milagres que fiz, um dia vocês o farão e outros maiores”, garantiu o Profeta que jamais mentiu. Mas antes disso é preciso resgatar os erros, afinal eles fizeram outras pessoas sofrerem. Aí que Lúcifer entra, devolvendo a cada um o que cada um plantou. Oras, essa limpeza é necessária a própria Alma. Após essa purificação a Consciência deixa pra trás aquela fase e avança em direção a Luz, a Deus, sobe mais um degrau na ‘escada de Jacó’. Lúcifer não cria o mal contra ninguém, apenas devolve a cada um o mal que cada um mesmo gerou, sob as ordens de Deus Criador.

      Um dia, toda Alma se ilumina, deixa a ‘frota escura’ das naves e parte pra Frota da Luz [falo em ‘naves’ pra deixar claro o intercâmbio inter-planetário que há sempre, mas você substituir por ‘Hierarquia Escura’ e ‘Hierarquia da Luz’, é o que quis dizer igualmente]. Mas o mal precisa existir, pois sem poder fazer o mal não há livre-arbítrio. Evolução compulsória – se fosse possível e não é – não seria evolução, é preciso escolher Evoluir em direção a Luz. Um dia todos escolhem.

      Mas como Deus nunca para de Criar, nunca para de trazer novas Consciências ao plano material, cada Alma que que um dia deixa a hierarquia escura e passa pro lado da Luz (“uma Estrela se Ascende e se Acende no Céu”, na linguagem esotérica) é substituída no lado escuro por outra Alma, mais nova e que portanto ainda não tem o preparo pra manifestar a Luz nesse momento.

      A Ascensão a Luz é gradual. Pois se vier de uma vez a Luz, a Verdade, cega tanto quanto a treva, e basta ver que Saulo (depois renomeado Paulo) ficou literalmente cego ao ver Jesus (que representava uma forma Superior de Consciência, simbolicamente a Luz) na ‘Estrada pra Damasco’. E isso que Paulo era uma Alma já preparada pra Missão que assumiu, conhecimento ele tinha de sobra, era poliglota numa era que a maioria dos Homens eram analfabetos, as Mulheres nem eram consideradas seres humanos.

      Então se Luz cegou um erudito, o que ela faria se fosse revelada de uma vez a massa, que em todos os tempos e em todas as épocas mal se diferencia do animal? Alguns argumentam que o Homem e Mulher “modernos” são “muito inteligentes” porque “sabem operar ‘sofisticada’ maquinaria eletrônica”. Sim, as pessoas sabem entrar no ‘WhatsUp’ e ‘Facebook’, mas qual o material acessado? É elevado, neutro ou degradante? Eu te diria que é 10% elevado (se tanto), 70% inútil e ao menos uns 20% de conteúdo abertamente involutivo, depreciativo pra Consciência. Não custa lembrar que macacos também podem operar parafernália eletrônica – ligar/desligar aparelhos de TV, computador e celular, mudar de canal – se forem treinados a tanto.

      Logo, estar conectado a ‘tecnosfera’, por si mesmo, não comprova inteligência. A única conclusão possível é a que enunciei acima, o Homem e Mulher contemporâneos, que se julgam tão ‘modernos’, em verdade são mais ignorantes que seus antepassados, e não o contrário – basta você ver que nunca houve na história da humanidade um período em que predominasse o ateísmo, como ocorre agora entre a classe média da Europa e América (continente América, tanto a Anglo-Saxônica quanto a Latina). A massa pouco se diferencia do animal, e em verdade a diferença vem se reduzindo em vez de aumentar.

      Em virtude dessa lamentável situação, repito: se mesmo a um erudito como Saulo/Paulo a Luz cegou ao vir de repente, o que ela faria a multidão animalizada que não consegue desgrudar 5 minutos de seus celulares ‘inteligentes’? Obviamente a Luz então despedaçaria seus corpos, anulando sua possibilidade de encarnar como humanos por alguns séculos, até que o corpo astral fosse refeito (saga contada simbolicamente nas Escrituras Orientais do Egito quando Ísis recolhe pedaço por pedaço o corpo de seu marido Osíris, pra que ele possa voltar a viver).

      Mas essa massa ignorante é filha de Deus, como os sábios o são. O sábio um dia foi ignorante também. Se Hitler será Gandhi, Gandhi já foi Hitler (em outro planeta, óbvio, mas não muda nada, a Consciência é Eterna). Portanto Deus não abandona nenhum de seus filhos. Apenas aceita que a Caminhada deles em direção a Luz seja lenta – ‘lenta’ em nossa concepção relativa, que é ansiosa; pra Deus tudo segue no ritmo que tem que ser.

      A absorção da Luz é lenta, pois se fosse rápida faria mais mal que bem. O resultado é que por tempos vivemos imersos em grandes doses de sombras – a analogia de quando estamos no útero no escuro e por isso a Mulher “dá a Luz” é exata. Estamos nas sobras, a Luz se faz gradualmente.

      Assim, existe o mal, existe inferno, pois existe livre-arbítrio. E o mal sempre existirá, é preciso que haja esse contra-ponto, não há como ser diferente. Mas não existem Consciências voltadas perpetuamente pro mal, apenas momentaneamente. Todos e todas somos Filhos e Filhas de Deus Pai e Mãe, e todas as Consciências, sem exceção, rumam em direção a Luz, ao Retorno a Casa Paterno/Materna.

      Mas o caminho que leva a Luz passa pelas sombras, é uma experiência necessária ao Amadurecimento da Alma. Veja o Yin-Yan. É por isso que escolhi essa imagem como símbolo da página, pois ele é o ‘Oráculo dos Oráculos’, resume num simples círculo como o Universo funciona, não há Luz sem sombras, portanto quanto mais Luz, mais vemos a sombra, e vice-versa.

      Enquanto estão nas sombras, as Almas ficam sob a jurisdição de Lúcifer. Mas esse não obrigou ninguém a nada, apenas devolveu a cada um o que cada um escolheu. E cumpriu esse papel a mando do Criador Oni-Ciente, Oni-Potente, Oni-Presente e Oni-Amoroso.

      “Lúcifer”, ou se preferir: “Luz se Fez”. O “Feito de Luz”. É na escuridão que a Luz brilha. O papel de Lúcifer, como você colocou com maestria, é jogar de volta tua própria sombra a teu redor, pra que você enfim decida por acender sua Luz interna (o Reino de Deus que está dentro de você).

      E se Deus mandou que seja assim Lúcifer, o fiel servo Dele/Dela, o cumpre. “Missão Dada é Missão Cumprida”.

      Assim É.

      Que Deus Pai e Mãe Ilumine sua Caminhada pela Eternidade.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s